Na ciência da computação, a variável serve para armazenar uma informação. No Bot, ela pode ser utilizada em diversos momentos e com diferentes finalidades, mas o principal é que, graças a elas, algumas informações como nome, CPF e CEP são guardadas a partir do primeiro contato do cliente.

Como o próprio nome diz, esses “pedacinhos de informação” variam, podendo compreender, por exemplo: o nome de quem está enviando a mensagem, o telefone de uma loja ou um time para o qual o Bot deve transferir o atendimento.

Essa diversidade é o que faz com que as variáveis possam ser usadas de diferentes formas e em vários momentos da narrativa do Bot. Quando isso acontece, o bot “substitui” na conversa com o cliente a variável pela informação que ela representa de fato.

Se desejamos que o Bot cumprimente o cliente pelo nome, por exemplo, precisamos incluir na mensagem de saudação a variável @consumidor.nome, pois não sabemos qual é o nome de quem o Bot vai atender, ou seja, pode variar.

No momento da conversa real o Bot vai substituir esta variável @Consumidor.nome pelo nome que está no cadastro caso tenha essa informação, e, caso não tenha, a parte da variável ficará em branco. (OBS: Você também pode criar condições para que, se o bot não possuir a variável, ele primeiro capture esta informação e só então utilize-a).

Para incluir uma variável, basta digitar o sinal @ no campo de texto:

Então a variável @Consumidor oferece como sub-opções as variáveis referentes ao consumidor, neste caso nome, sobre, e-mail, CPF, DDI, DDD, etc.

Já a variável @Bot (imagem abaixo) oferece outras informações, porque não faria sentido haver CPF, DDI e DDD do Bot, não é mesmo?

Ao montar a sua variável, é importante ficar atento a alguns pontos:

  • As variáveis e sub-variáveis tem que ser separadas por pontos. Você pode tanto escrever a variável do zero, quanto selecionar à medida em que as opções forem aparecendo. Se optar por escrever, não esqueça de incluir o ponto. Se optar por selecionar, não precisa se preocupar, ele será incluído automaticamente;

  • Ao escrever a variável, tente fazer tudo “de uma vez”, ou seja, sem pausas ou mudanças de tela. Se você começar a escrever e sair da página, por exemplo, as sub-opções são recolhidas, e aí você precisa começar toda a variável de novo para que elas voltem a aparecer;

  • As variáveis são sensíveis a letras maiúsculas e minúsculas então se você preferir digitar ao invés de selecionar, lembre-se de respeitar os nomes como estão escritos. Perceba no exemplo abaixo que a variável com a primeira letra minúscula não foi processada pelo Bot (segunda linha):

A variável está correta quando ela ficar destacada na cor azul, como consta na primeira linha (@Consumidor.nome). Caso a variável fique totalmente branca quer dizer que não foi reconhecida pelo Bot ou a digitação pode estar incorreta.

Nesse caso, basta apagar e digitar novamente respeitando maiúsculas e minúsculas, ou mesmo selecionar a variável e sub-variáveis conforme elas apareçam.

Exemplo de como a variável e sub-variável deve aparecer para seleção:

Toda e qualquer mudança no Bot só passa a vigorar depois que a versão atualizada do Bot é publicada em produção.

Pronto!

Agora você já sabe o que é e para que serve uma variável.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com a gente, será um prazer ajudar!

Aproveite para nos contar como se sentiu ao ler o artigo!

A resposta é confidencial e nos ajuda a saber o que podemos melhorar nos nossos conteúdos

Sua opinião faz toda a diferença!

Artigos relacionados:

Encontrou sua resposta?